Igreja de São Francisco

Centro Cultural de São Francisco - João Pessoa (PB)


Acervo precioso


A arte sacra e a arte popular estão juntas e de portas abertas aos paraibanos a partir das 18 horas de hoje na Igreja de São Francisco. Com esse evento a Fundação Pró-Memória, Governo do Estado e outros órgãos ligados à cultura estão devolvendo ao público a igreja totalmente restaurada, dando a oportunidade da apreciação, através de uma exposição de peças de obras de arte, do retrato do homem brasileiro enquanto artista/artesão.

 

A exposição foi ideia do artista Celso Furtado, quando Ministro da Cultrura, sugerida à antropóloga e Consultora Técnica da Fundação Pró-Memória, Lélia Coelho, para que fosse organizada uma grande mostra, dos trabalhos brasileiros, a fim de ser exibida no exterior, quando necessitado por algum órgão de cultura de outro país, não desfalcando os museus brasileiros.

Ao todo foram colhidas mais de mil peças de obras de arte vindas de todo o Brasil e que foram expostas em Paris, em 1987, no Grand Palais, durante o projeto cultural Brasil-França. Em 1988 esta mostra foi realizada em Brasília e agora poderá ser apreciada pelos paraibanos, como mais um cartão de visita da cidade, uma vez ficará pr um prazo mínimo de dois anos no Convento de Santo Antônio.

“Na verdade, a intenção dessa exposição é de trazer a população para o monumento de Santo Antônio e a Igreja de São Francisco já restaurados, para que as pessoas passem a valorizar mais a arte sacra e ao mesmo tempo, para que aqui não se torne um museu frio, mas um centro vivo com música, teatro, artistas populares. Mas sempre acompanhando as duas grandes linhas do acervo: a Arte Sacra e a Popular', explicou a crítica de arte Lélia Coelho.

[...] Segundo Lélia Coelho, a exposição poderá ficar, caso o Estado queira, mais de dois anos em João Pessoa, bastando que o contrato seja renovado.[...] 'Esta exposição, para não ser só uma mostra fria, de belza só de objetos, tem um argumento que é a 'Mudança Social no Brasil no Século XX', com a co-existência feita da cultura material procedente do homem do campo, com os elementos criados pelos homens e mulheres da cidade. Então, entra no urbano o carnaval, o cinegrafista, eletricista e termina com os artistas primitivos, os que já tem estilo muito pessoal, caso do Tota e Francisco Araújo, da Paraíba. Eles já tem obras expostas em grandes centros urbanos', finalizou.”

Galeria CCSF



Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/igrejade/public_html/content/noticias.php on line 59

Exposições Permanentes


100 anos de história

Centenário de elevação do título de Arquidiocese da Paraíba

Exposições Temporárias


Homenagem da Arquidiocese da Paraíba e Centro Cultural de São Francisco

Centenário de Nascimento de Dom Manuel Pereira da Costa

Notícias


Centro Cultural de São Francisco

Cronologia do Convento de Santo Antônio

Amauri Flor, J. Barreto e convidados

Exposição Coletiva PRISMAS

Celebração Eucarística e Exposição alusiva

Centenário de nascimento de Dom Manuel Pereira da Costa

Concertos


Prefeitura Municipal de João Pessoa e BNDES

2º Festival Internacional de Música Clássica

Parceiros


© 2014 - Igreja de São Francisco


Centro Cultural de São Francisco - 58010-650 - João Pessoa (PB)
contato@igrejadesaofranciscopb.org
(83) 3218-4505 - Todos os Direitos Reservados